Turismo Histórico PDF Imprimir E-mail

O GRANDE TÚNEL DA MANTIQUEIRA

tunelO túnel é de propriedade da Rede Ferroviário Federal S.A., com concessão para a Prefeitura Municipal de Cruzeiro. O atrativo foi construído em 1882 pelo engenheiro Herbert E. Hunt, e inaugurado em 5 de março de 1884, por determinação do Imperador Dom Pedro II, para fazer a ligação entre os Estados de São Paulo e Minas Gerais para servir a Estrada de Ferro Minas and Rio. A estrada de ferro foi à última construída pelo Visconde de Mauá. No dia 22 de junho de 1884 ocorreram a inauguração da Estrada de Ferro Minas and Rio e a primeira viagem de trem que teve como convidados de honra os imperadores Dom Pedro II e Dona Tereza Cristina, juntamente com a princesa Isabel, o Conde D´Eu e o Major Novaes, fundador de Cruzeiro. Por causa do Grande Túnel, ocorreu um dos mais importantes episódios da história do município, a primeira visita do Imperador D. Pedro II a Cruzeiro. Em junho de 1882, o Imperador D. Pedro II e sua comitiva visitaram a cidade, com o objetivo de inspecionar as obras de construção da Minas and Rio Railway e do Grande Túnel. O Túnel foi, também, local estratégico na Revolução Constitucionalista de 1932, na qual foi frente de batalhas e um dos pontos mais visados pela tropas inimigas. Ainda há preservadas na área, valas utilizadas como trincheiras pelos paulistas durante as batalhas contra tropas federais. O Grande Túnel está localizado na Serra da Mantiqueira, exatamente abaixo da famosa Garganta do Embaú na divisa dos estados de São Paulo e Minas Gerais, no Km 25 da Via Férrea Centro-Oeste. O acesso é feito pela Rodovia SP-52, seguindo-se até a Santa imagem de Nossa Senhora Aparecida colocada à margem da Rodovia, na divisa dos estados e, a partir daí, a pé numa trilha de 500m aberta na mata. O Túnel possui 996 metros de comprimento e está localizado a uma altitude de aproximadamente 900 metros. O Grande Túnel pode ser visitado diariamente, por se tratar de um lugar aberto. As visitas devem ser realizadas durante o dia e, para atravessar o túnel, é recomendado o uso de lanterna. 25KM CENTRO.

Informações Turísticas: (12)3144-1362

 

ESTAÇÃO FERROVIÁRIA CENTRAL

estacaoFerroviariaA Estação Ferroviária Central localiza-se no centro do município, próxima à Rua Engº Antônio Penido e Travessa Hílton Federici. A estação é de propriedade da Rede Ferroviária Federal S.A., com concessão para a Prefeitura Municipal de Cruzeiro; abrigou em suas instalações, por muitos anos, a sede da diretoria dos escritórios mineiros da rede de viação. O atrativo foi inaugurado em 1885, é um dos prédios mais antigos da cidade e foi um dos grandes marcos do desenvolvimento de Cruzeiro. A Estação foi construída para ser o ponto de partida da ferrovia Minas and Rio e entroncamento com a D. Pedro II. A inauguração da ferrovia Minas and Rio deu-se com a viagem do Imperador D. Pedro II e sua família até a cidade mineira de Três Corações . Em torno da Estação surgiu o núcleo urbano que deu inicio à cidade de Cruzeiro. Em frente à Estação, há várias locomotivas e carros de passageiros, verdadeiras relíquias, em variados estágios de restauração, o trabalho esta sendo realizado pela ABPF – Associação Brasileira de Preservação Ferroviária, uma entidade particular, sem fins lucrativos, que tem como principal foco o resgate da memória ferroviária. A Estação Ferroviária encontra-se em local aberto e de livre acesso e, portanto, pode ser visitada em qualquer data a qualquer hora do dia.

Informações Turísticas: (12)3144-1362

 

ESCOLA DR. ARNOLFO AZEVEDO

escola_arnolfo_azevedo_A Escola Estadual Dr. Arnolfo Azevedo localiza-se na Av. Major Novaes, nº 210, na Praça Nove de Julho, no centro do município. A Escola é de propriedade do Governo do Estado de São Paulo. O acesso ao atrativo é o mesmo feito à região central do município, pelas rodovias SP-58 e SP-52, ambas pavimentadas e sinalizadas. O atrativo foi construído e, 1913, para atender as necessidades educacionais da época, já que a população tornava-se numerosa e não havia uma escola que comportasse todas as pessoas em idade escolar. Em 07 de setembro do mesmo ano, deu-se a inauguração oficial do 1º Grupo Escolar de Cruzeiro. O prédio, de estilo neoclássico, foi construído em dois blocos, sendo o da direita para os meninos e o da esquerda para as meninas, como acha-se inscrito em sua fachada. Em 1932, durante três meses da Revolução Constitucionalista, o prédio foi transformado em Quartel General da Tropas Federais em Cruzeiro. No dia 02 de outubro daquele ano, foi assinado, no Grupo Escolar, o Armistício, dando fim à Revolução. Por localizar-se na região central do município, o atrativo conta com toda a infra-estrutura turística da cidade, composta por hotéis, pousadas, restaurantes, lanchonetes, bosque, praças, quiosques, entre outros.

Informações Turísticas: (12)3144-1362

 

MUSEU MAJOR NOVAES

museu_major_novaesO Museu Major Novaes localiza-se na Rua Dona Tita, nº 48, no centro do município, é de propriedade da Prefeitura Municipal de Cruzeiro. O atrativo é um casarão colonial, construído em 1815 pelo Capitão Antônio Dias Teles de Castro, para servir de sede à antiga Fazenda Boa Vista. Foi residência do Major Manoel de Freitas Novaes, responsável pelo desvio dos traçados das estradas de ferro D. Pedro II (atual Central do Brasil) e Minas and Rio, (atual Centro-Oeste), para passar em suas terras, fatos que causaram o surgimento do núcleo urbano que deu origem à cidade de Cruzeiro. O Museu possui um acervo especializado em história, composto por 900 peças, entre elas peças de mobília, imagens sacras, pratarias, porcelanas, cristais, livros, fotografias, moedas, além de um acervo documental de 250m lineares documentos de natureza pública e 30m lineares de natureza particular, compondo o maior acervo documental da região do Vale do Paraíba. O imóvel foi o núcleo inicial do município e está vinculado a uma fase da história cruzeirense. Prédio com dois andares, feito de taipa e alvenaria, em estilo colonial, sua arquitetura reflete a opulência econômica do período e as características do modo de vida dos barões do café. Possui amplas janelas, terreiro de secar café e pomar e grande área verde circunda a casa com figueiras centenárias, permitindo ao visitante uma verdadeira viagem ao séc. XIX. A casa conserva em seu interior móveis, objetos e documentos relacionados à casa do patrono, Major Novaes, de grande prestigio junto à família imperial. O museu possui amplo acervo fotográfico e custódia de grande massa documental produzida pelos poderes Executivo, Legislativo, Judiciário, e os de natureza cartorária de Cruzeiro, Cachoeira Paulista, Embaú, Silveiras, Jatahy, Sapé, São José do Barreiro, Arapeí, Bananal e alguns de natureza particular. O museu também recebe várias visitas mensalmente de universitários, pesquisadores e museólogos que vem em busca de um maior conhecimento através do grande acervo encontrado no local.

Endereço: Rua Dona Tita, 48 – Centro CEP: 12710-000. Telefone: (12) - 3143-4169 Funcionamento: Segunda à Sexta, das 8h às 17h e Sábado e Domingo, das 13h às 17h.

 
Rua Capitão Neco N.º 118, CENTRO, CRUZEIRO (SP). tel. (12)3141-1100
© 2011 Prefeitura Municipal de Cruzeiro /SP - Todos os direitos reservados.
desenvolvido por: Tiago Alves Rafael
Polí­tica de Privacidade